abusesaffiliationarrow-downarrow-leftarrow-rightarrow-upattack-typeburgerchevron-downchevron-leftchevron-rightchevron-upClock iconclosedeletedevelopment-povertydiscriminationdollardownloademailenvironmentexternal-linkfacebookfiltergenderglobegroupshealthC4067174-3DD9-4B9E-AD64-284FDAAE6338@1xinformation-outlineinformationinstagraminvestment-trade-globalisationissueslabourlanguagesShapeCombined Shapeline, chart, up, arrow, graphlocationmap-pinminusnewsorganisationotheroverviewpluspreviewArtboard 185profilerefreshIconnewssearchsecurityPathStock downStock steadyStock uptagticktooltiptwitteruniversalityweb

O conteúdo também está disponível nos seguintes idiomas: English, العربيّة, español, français, Русский, 简体中文, 繁體中文

Artigo

30 Nov 2021

Author:
Human Rights and Business Award Foundation

AFREWATCH nomeada como beneficiária do Prêmio Direitos Humanos e Empresas de 2021

AFREWATCH

"AFREWATCH nomeada como beneficiária do Prêmio Direitos Humanos e Empresas de 2021", 30 Nov 2021

Hoje, durante a edição anual do Fórum das Nações Unidas sobre Empresas e Direitos Humanos, nossa fundação está nomeando a AFREWATCH (Observatório Africano de Recursos Naturais), sediada na República Democrática do Congo (RDC), como beneficiária do PRÊMIO DIREITOS HUMANOS E EMPRESAS de 2021. O prêmio, reconhecendo o “trabalho excepcional realizado por defensores de direitos humanos em razão dos impactos das empresas sobre os direitos humanos”, é acompanhado de um subsídio de US$ 50.000... A AFREWATCH, sediada em Lubumbashi (na região sudeste da República Democrática do Congo), defende o desenvolvimento dos recursos naturais africanos de forma justa, igualitária e transparente para o benefício de todos. A organização demanda que as empresas e os governos incluam as necessidades das comunidades locais em seus planejamentos, prioridades e operações, e que integrem estas comunidades na gestão dos recursos naturais. A AFREWATCH procura salvaguardar os direitos humanos e proteger o meio ambiente por meio da responsabilização das empresas e dos governos.  A organização investiga e relata as violações cometidas por empresas mineradoras, companhias petrolíferas e governos; trabalha com autoridades governamentais para defender a melhoria da legislação e sua aplicabilidade; exerce pressão sobre as empresas extrativistas para que paguem a quantia justa de impostos e ajudem as organizações comunitárias de base a desenvolverem suas capacidades...